O trabalho da mulher e as negociações coletivas


Fonte

Biblioteca da Enap

Título

O trabalho da mulher e as negociações coletivas

Autor

SANCHES, Solange; GEBRIM, Vera Lucia Mattar

Descrição

Muitos motivos têm levado a mulher para o mercado de trabalho: a emancipação feminina e a opção por um projeto profissional, o desemprego ou a perda de renda do cônjuge e o crescimento do número de mulheres chefes de famílias. Este ingresso da mulher no mercado de trabalho, no entanto, não tem sido fácil, devido à conjuntura político-econômica dos últimos anos, que tem criado muitas barreiras para todas as pessoas que procuram ocupação.. Outras adversidades, porém, agravam ainda mais a situação da participação feminina no mercado de trabalho. Traduzidas em diversas formas de discriminação, revelam-se por meio de baixos salários, ocupação de postos precários, discriminação na contratação e ascensão, desemprego. Para mostrar essa inserção diferenciada da mulher do mercado de trabalho, o Dieese. reuniu e analisou os resultados das negociações coletivas no país, de 1996 a 2000, sob o enfoque da questão de gênero. Os resultados mostram o quanto ainda é necessário caminhar para condições mais igualitárias entre os sexos e a importância da negociação coletiva na regulamentação das relações de trabalho.

Editor

Estudos Avançados - USP, v. 17, n. 49, p. 99-116

Data

2003

Tipo

Artigo de revista

Idioma

pt_BR

Arquivos

Blay-Violência.jpeg

Referência

SANCHES, Solange; GEBRIM, Vera Lucia Mattar, “O trabalho da mulher e as negociações coletivas,” Curadoria Enap, acesso em 28 de setembro de 2021, https://exposicao.enap.gov.br/items/show/202.

Formatos de Saída